Nota de pesar
Nota de pesar

Nota de pesar

Clube decretou luto oficial de três dias

O Ceará Sporting Club lamenta profundamente a tragédia envolvendo o avião da delegação da Chapecoense, que vitimou 76 pessoas, incluindo atletas, membros da comissão técnica e jornalistas. O acidente aconteceu na madrugada desta terça-feira, 29/11, em Medellín, na Colômbia. O clube se solidariza com familiares e amigos. O Presidente Robinson de Castro decretou luto oficial de três dias. Neste período, a bandeira alvinegra em Porangabuçu permanecerá a meio mastro.

“Que Deus conforte a família e amigos de todos que faleceram nessa tragédia. A Chapecoense estava impressionando o Brasil todo pelo trabalho que estava fazendo e que virou uma referência nacional. Era uma equipe que contava com a torcida do Brasil inteiro por ter alcançado em tão pouco tempo uma grande representatividade. Estavam em um momento de ápice em suas carreiras e tiveram a vida interrompida de forma tão brusca. Meu voto de solidariedade se estende também a todo o povo de Chapecó”, declarou Robinson de Castro.

Dos mortos no acidente aéreo tragédia, o zagueiro Thiego e o atacante Kempes já defenderam o Ceará, além de Mário Sérgio, que treinou o Alvinegro em 2010. O volante Matheus Biteco, irmão de Guilherme Biteco, que jogou pelo Ceará em 2016, estava no voo e não sobreviveu.

Participe das nossas promoções, clique AQUI e faça seu cadastro.


Relacionadas

Últimas