Ceará se prepara para longas viagens
Campeonato Brasileiro

Ceará se prepara para longas viagens

Longa estrada na Série B

(Foto: CearaSC.com) Entrevista Lucas Oaks - Fisiologista

O Ceará terá um adversário a mais na disputa da Série B 2016. Tratam-se das longas e cansativas viagens que a delegação do Alvinegro vai fazer durante a competição nacional desse ano. Pensando em minimizar o desgaste e o prejuízo, em campo, com a maratona estrada a fora, os profissionais das áreas médicas, fisiologia e futebol se planejaram cuidadosamente para enfrentar o ritmo puxado.

No departamento de futebol, a supervisão, que cuida da logística das viagens se antecipou e fez um estudo das melhores condições para preservar ao máximo a condição física dos atletas. Para se ter uma ideia, a viagem para Maceió, apesar de estar na mesma região geográfica da capital cearense (nordeste), levou nada menos que aproximadamente sete horas para a delegação chegar ao destino, incluindo trechos de avião e ônibus de Recife até Maceió. A solução foi viajar com dois dias de antecedência ao jogo de sábado, contra o CRB, no estádio Rei Pelé.

Em Porangabuçú, o departamento de fisiologia já se prepara para o pós jogo e aguarda a chegada do grupo para a realização de avaliações clínicas e prospectar a recuperação mais rápida dos atletas, tendo em vista que a sequência de jogos não dá folga. “Estamos com os mais modernos instrumentos de avaliações clínicas no Clube, exatamente para oferecer o que de mais eficiente se utiliza nos esportes de alto rendimento. O Ceará está preparado”, garantiu o fisiologista Lucas Oaks.
Ainda sobre a maratona de viagens, “na Série B joga-se sábado e terça, não tem como com uma logistica dessa, e ainda tem que se considerar que temos que ir as vezes com três dias de antecedência, então arcamos com mais uma diária e todas as despesas da delegação por mais um dia de viagem. Sem contar que nessas cidades não têm condições ideais de treino, vai ser uma dificuldade. É uma condição da grande maioria dos clubes da Série B. Temos um jogo com o Avaí dia 28, vamos até Florianópolis, o voo é quinta, mas domingo quando era para retornar não existe passagem. Viajamos segunda de volta, mas na terça temos jogo aqui, então fica muito complicado", definiu o gerente de futebol Carlos Kila.

 

Participe das nossas promoções, clique AQUI e faça seu cadastro.


Relacionadas

Últimas